| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Unorp Notícias
Desde: 23/10/2001      Publicadas: 35      Atualização: 15/11/2001

Capa |  Cidades  |  Cultura  |  Economia  |  Esporte  |  Informática  |  Internacional


 Cidades

  25/10/2001
  0 comentário(s)


Assaltos a postos de gasolina preocupam empregados e a população

O aumento do número de assaltos em postos de gasolina na região de Rio Preto já é uma preocupação de todos. De janeiro a setembro deste ano foram 133 assaltos, sendo que 77 deles foram só dentro de Rio Preto.






A cada dia que passa os assaltos a postos de gasolina estão aumentando, o que preocupa frentistas, empresários e aos usuários dos postos, ou seja , própria população.






O aumento do número de assaltos em postos de gasolina na região de Rio Preto já é uma preocupação de todos. De janeiro a setembro deste ano foram 133 assaltos, sendo que 77 deles foram só dentro de Rio Preto.






Os bandidos a cada dia que passa ficam mais audaciosos, fazendo assaltos até de bicicleta, mas, na maioria das vezes eles acontecem de moto e em dupla. Duas pessoas chegam em uma moto como se fossem abastecer e quando o frentista chega perto eles anunciam o assalto, não dando tempo para o frentista fazer nada, a não ser entregar o dinheiro que tiver no bolso.






Um funcionário de uma rede de postos de gasolina de Rio Preto chegou ao cúmulo de ser assaltado três vezes na mesma noite pelo mesmo assaltante. Um outro não tinha dinheiro no bolso e levou dois tiros dos bandidos, isso aconteceu em março de 2000, e hoje com 43 anos ele está aposentado por invalides.






A polícia orienta aos frentistas para dividir o dinheiro em dois bolsos, para assim no caso de um assalto o ladrão levar apenas parte do dinheiro, diz ainda para ficarem com o mínimo de dinheiro possível. Os frentistas não concordam, dizendo que se não tiverem dinheiro eles podem pagar com a própria vida.






Os postos também estão sendo alvos de seqüestros relâmpagos, como o que aconteceu com um motorista de caminhão que ao chegar no Auto Posto Porcino, na Av, Potirendaba, ele foi abordado por dois homens que o seqüestraram, roubaram sua carreta e logo depois o libertaram.






A polícia militar está organizando reuniões com os empresários para orientar como proceder em caso de assaltos e quais as medidas de segurança que podem ser adotadas. Também aumentou o número de rondas feitas por policiais civis e militares nas proximidades de postos de combustível.










  Autor: Daniele Molnar





Capa |  Cidades  |  Cultura  |  Economia  |  Esporte  |  Informática  |  Internacional
Busca em

  
35 Notícias