| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Unorp Notícias
Desde: 23/10/2001      Publicadas: 35      Atualização: 15/11/2001

Capa |  Cidades  |  Cultura  |  Economia  |  Esporte  |  Informática  |  Internacional


 Cidades

  07/11/2001
  0 comentário(s)


Rio Preto se arma contra bioterrorismo

Os efeitos dos ataques biológicos ocorridos nos Estados Unidos colocaram as autoridades rio-pretenses em alerta. Os representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Vigilância Sanitária e Especialistas do Centro de Vigilância Epidemológica da Divisão Regional de Saúde (DIR) e também do instituto Adolfo Lutz, se reuniram para discutir os procedimentos que devem ser tomados , nos casos de ocorrências envolvendo cartas com supostas bactérias do Antraz.

Os efeitos dos ataques biológicos ocorridos nos Estados Unidos colocaram as autoridades rio-pretenses em alerta. Os representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Vigilância Sanitária e Especialistas do Centro de Vigilância Epidemológica da Divisão Regional de Saúde (DIR) e também do instituto Adolfo Lutz, se reuniram para discutir os procedimentos que devem ser tomados , nos casos de ocorrências envolvendo cartas com supostas bactérias do Antraz. O relações públicas do Corpo de Bombeiros, tenente Carlos André Lamin, explicou que is bombeiros ficam responsáveis pelo recolhimento das correspondências. Para o atendimento de cartas de poderão conter o pó contagioso, a DIR entregou aos policiais uniformes adequados para o acompanhamento da ocorrência. As roupas tem isolamento com o ambiente e lembram as usadas pelos astronautas, estas estão sendo distribuídas nas oito bases ligadas a Rio Preto. Também foram entregues embalagesn, entre elas lacres e sacos para recolhimento do material. Após a chegada dos Bombeiros e isolamento da área, o material é recolhido e lacrado. Imediatamente a direção da Vigilância Epidemológica é comunicada. O departamento fica respnsável pelo encaminhamento da correspondência ao Instituto Adolfo Luts. O local poderá permanecer interditado até a concliusão do laudo realizado pelo Adolfo Lutz. A bactéria do Antraz pode demorara de 18 horas a quatro dias para ser identificada.  Orientações A enfermeira da DIR XXII, Márcia Cristina Reina, orienta as pessoas que receberem alguma correspondência suspeita a nunca sacudir e movimentar o envelope ou pacote, evitando derrubar o conteúdo. Os ventiladores e ar-condicionado devem ser desligados e a pessoa deve sair do local. O Corpo de Bombeiros deve ser acionado pelo telefone, no número 193, para que este recolha o material  Site sobre Antraz A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) criou um site onde as pessoas poderão conferir em detalhes e mais explicações sobre o antraz, as formas de contágio e procedimentos. No site www.funasa.gov.br, o internauta fica sabendo por exemplo que o antraz é uma doença infecciosa aguda causada pelo Bacillus anthracis, formadora de esporos, que geralmente ocorrem em animais como gado, ovelhas e cabras, dentre outros, que podendo infectar os seres humanos através de manuseio com produtos provenientes de animais infectados como lã, osso e pêlo. Outra forma de adquirir a doença é través da inalação dos esporos e ingestão dos mesmos. O tratamento deve ser iniciado em fase precoce, caso não seja verificada e tratada pode levar a morte.
  Autor: Vivian Carvalho


  Mais notícias da seção Saúde no caderno Cidades
07/11/2001 - Saúde - Secretaria de Saúde gasta R$ 9 mi com medicamentos e não consegue atender a demanda
A Secretaria da Saúde de Rio Preto está gastando mais dinheiro na compra de medicamentos em comparação com o ano anterior. Em contrapartida os usuários reclamam do abastecimento de remédios nas Unidades Básicas de Saúde. ...
07/11/2001 - Saúde - Autoridades se Mobilizam para Detectar o Antraz
Funcionários públicos, policiais e agentes de saúde de São José do Rio Preto, se uniram para o combate e prevenção ás contaminações, causadas pelo tão temido pó branco. ...
29/10/2001 - Saúde - Saúde intensifica vacinação contra febre amarela
Os órgãos de saúde continuam em estado de alerta quanto a possibilidade de contaminações pela febre amarela e mantém esquema intensivo de vacinações contra a doença depois que foram encontrados vetor da doença em macacos das matas próximas ao rio Grande, no município de Limeira do O'este em Minas Gerais, a principal preocupação é quanto ao trânsito...



Capa |  Cidades  |  Cultura  |  Economia  |  Esporte  |  Informática  |  Internacional
Busca em

  
35 Notícias