| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Unorp Notícias
Desde: 23/10/2001      Publicadas: 35      Atualização: 15/11/2001

Capa |  Cidades  |  Cultura  |  Economia  |  Esporte  |  Informática  |  Internacional


 Internacional

  29/10/2001
  0 comentário(s)


O Risco De Uma Guerra Bacteriológica

Diante das ameaças da guerra biológica, a Organização Mundial de Saúde já discute se recomenda ou não a volta da vacinação contra a varíola - umas das ameaças do terror - ou de até outras doenças ainda piores.

Até agora nos Estados Unidos foram apenas três casos graves de contaminação com ANTRAZ - foram um morto, um gravemente doente e uma pessoa em tratamento - mas a ameaça de uma guerra bacteriológica aterroriza o mundo. A comunidade científica está agitada, reuniões estão sendo realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Já está sendo discutido a hipótese de voltar a vacinação contra a varíola, doença que matou muitas pessoas a décadas atrás, que já tinha sido praticamente erradicada, mas que se voltar a matar pode causar uma enorme devastação na população de todo planeta. Os cientistas dizem que doenças como o ANTRAZ e a VARÍOLA são brincadeiras de criança perto do que será possível fazer em termos de armas biológicas com a chamada revolução genômica, capaz de criar criaturas monstruosas e até acabar com a população do planeta em curto espaço de tempo.
A bióloga Claire M. Fraser, diretora do The Institute of Genome Research, diz que é importante que a comunidade científica avalie abertamente as possibilidades que existem diante da ameaça do bioterrorismo, pois existe sim a probabilidade de que a revolução da biologia seja utilizada para esses fins. O governo americano
já tinha discutido a probalidade de terroristas seqüestrarem aviões e atacarem prédios altos, mas descartou-a como muito remota. Não podemos correr o risco de fazer o mesmo com armas biológicas.
A bióloga fala ainda de doenças aterrorizantes, como a inserção de vírus stealth (invisíveis) no genoma humano, que poderiam ser acionadas décadas mais tarde, ou a criação de doenças capazes de levar as células humanas à apoptose - o processo de "suicídio celular".
Não existe indícios nenhum de que os ataques com o ANTRAZ tenha algo a ver com as pesquisas genômicas, são cepas naturais, que devem ter sido produzidas há 10 anos ou mais. A ciência pode desenvolver melhores métodos para detectar e combater o ANTRAZ, mas isso só será possível se os governos reconhecerem que a ameaça de um ataque biológico é real.
  Autor: Daniele Molnar


  Mais notícias da seção Geral no caderno Internacional
06/11/2001 - Geral - Emoção x Jornalismo
Mesmo com o terrorismo em alta, todos os canais de comunicação que haviam política de não empregar palavras como terroristas, se entregaram aos acontecimentos, passando por cima das normas, mas apenas dois grandes meios de comunicações se opuseram ao óbvio e continuam barrando palavras pesadas como terror, terroristas e entre outros. ...
29/10/2001 - Geral - Pesquisas revelam que Poluição Sonora tem sido a causadora de várias doenças entre moradores da zona urbana.
A Poluição Sonora tem sido um dos maiores causadores de estresse na vida moderna. Esse efeito vem sendo estimado por pesquisas realizadas em várias partes do mundo. ...
29/10/2001 - Geral - Planet Hollywood pede falência
A rede de restaurantes Planet Hollywood pediu falência pela Segunda vez em dois anos. A rede, que tinha entre seus investidores celebridades como os atores cinematográficos Bruce Willis e Sylvester Stallone quando foi criada, entregou o pedido na Corte de Falências de Orlando. ...



Capa |  Cidades  |  Cultura  |  Economia  |  Esporte  |  Informática  |  Internacional
Busca em

  
35 Notícias